CARMEN NUNES

Natural de Brasília, DF. Iniciou seus primeiros passos na dança com 7 anos em aulas de Jazz e logo depois migrou para o ballet clássico sob supervisão do Professor José Rezende em Manaus, AM. Aos 12 anos retorna à cidade natal dando continuidade nos seus estudos com a Maitre Gisèle Santoro.
       Aos 17 anos, por intermédio do Seminário Internacional de Dança de Brasília recebeu uma bolsa de estudos para a Heinz Bosl Stiftung (Academia Estatal de Ballet de Munique), em Munique, Alemanha.
         Após se diplomar como  bailarina clássica profissional, segundo o método Vaganova, foi contratada como corpo de baile, por meio de audição aberta com cerca de 220 concorrentes, pela Ópera de Viena com apenas 18 anos. Durante este período teve a oportunidade de trabalhar com Renato Zanella, Mauro Bigonzetti, Boris Eifman e Vladmir Malakhov, Além de ter dançado um vasto repertório de grandes clássicos do ballet como Gisele, o Lago dos Cisnes, Manon, Romeu e Julieta, Onegin, Coppélia e entre outros ballets. 
         Em Munique, diplomou-se pela Hochschule fur Musik und Theater em Pedagogia da Dança – Técnica Vaganova, sob orientação do Professor Alexander Ursuliak, ex- diretor da escola estatal de ballet de Zurique.
       No ano de 2010 foi contratada como solista para fazer parte do Ballet da Ópera Nacional Finlandesa em Helsínque, Finlândia, sendo a 1º bailarina brasileira contratada pela Ópera, participando de produções clássicas e contemporâneas, como o Quebra Nozes e o Rei dos Ratos, coreografado por Wayne Eagling and Toer van Schayk, O Corsário de Ivan Liska, Sheherazade de Kenneth Greve, Don Quixote de Patrice Bart,Études de Harald Lander, Minus 16 de Ohad Naharin, WorkWithinWork de William Forsythe e Blood Weeding de Cathy Marston.
Durante o período em que residiu na Finlândia teve a oportunidade de lecionar técnica clássica para Suomen Kansallisbaletti Tanssiopisto (Escola de Dança do Ballet Nacional Finlandês) e para Tanssille (Organização de Bailarinos Profissionais da Finlândia)
         Foi convidada para fazer parte do corpo de jurados no 16º Festival de Dança Viana no Porto, Portugal e professora convidada para lecionar nos workshops de verão da escola de dança Ent’Artes em Braga, Portugal.
          De retorno à sua cidade natal foi convidada por diversas escolas no DF para lecionar técnica clássica e em 2016 fundou o Spazio Danza juntamente com seu esposo Andrea Bena.